abril 08, 2018

Actividade anti-stress




















Hoje tem sido dia de pegar na tesoura e fazer em tiras algumas peças de roupa, velhas e gastas pelo uso e pelo tempo. Muitos metros de tiras. Trezentos e trinta e cinco metros mais coisa menos coisa. Querem algo mais anti-stress do que isto? E ainda falta a segunda parte do projecto… Mas isso é pano para outros artigos!



































Em se tratando de t-shirts, para se obter uma tira mais comprida, o truque é ir cortando (em vez de rasgar), sempre à volta, começando na parte de baixo e terminando na zona das mangas. Depois é aproveitar o que for possível do resto que fica.























Quem adivinha o que vai sair daqui?

março 28, 2018

A mudança...








































Dos quatro quartos sobrava um. Depois que uma das filhas voou para fora do ninho, passaram a sobrar dois quartos. Entre trocas e baldrocas, entre quartos e salas e a filha sobrante a migrar por três deles, acabei a ganhar um closet. Vá, escritório também e lugar de sonhar acordada transpondo a rua em frente e a parede de azulejos dos vizinhos. Por vezes esbarrando nela e noutras alcançando a nesga de céu às vezes azul, noutras, cinza, e voando por ali fora, para outras paragens, para outros mundos.


Ontem soltei uma ideia, que a filha agarrou com todas as suas forças e hoje acordei ao som de móveis a arrastar. Bem que podia ser Carneiro (ela), mas não, é um “tourito” de pouco peso, mas muita força e um Capricórnio que não deixa nada para amanhã.

Agora temos dois quartos e dois closet’s e uma grande, muito grande, desarrumação. (suspiros) rsrsrsr


















março 20, 2018

Bem-vinda Primavera!













16h16

(hora de Portugal)

Chegada da Primavera.

Início do novo ano astrológico.

Este é um ponto de viragem com uma carga energética muito grande, sobretudo do ponto de vista astrológico, mas também mundano. Quem não se sente mais bem-disposto com os dias maiores e mais ensolarados desta estação do ano? Eu, pessoalmente, sinto-me outra com a chegada da Primavera. Sinto-me de alma lavada e menos ermitã. A luz crescente da Primavera (agora no hemisfério Norte), tem um efeito medicinalmente reconhecido sobre todos nós, é um facto. Maior sensação de bem-estar e menos tendência à depressão. E a lista de benefícios não pára por aqui…

Hoje, o signo de Peixes cede o lugar a Carneiro, terminando assim um ciclo e começando um novo. Carneiro é o primeiro signo do Zodíaco. Com ele começa-se a preparar o terreno para as novas sementeiras.

Perséfone sai das profundezas do mundo subterrâneo e território de Hades e sobe à terra onde passará a próxima metade do ano. Com a sua vinda, a luz cresce e os campos florescem.


Também Ostara, outra deusa da Primavera, no dia de hoje volta à terra e traz consigo sentimentos de equilíbrio e renovação. Não nos podemos esquecer que, depois de um longo inverno em que as noites ganham ao dia, finalmente dá-se um equilíbrio.

Ostara tem um poder muito forte de fazer magia, pelo que, hoje é um bom dia para quem lhe quiser fazer pedidos de fertilidade ou outras bênçãos com vista ao crescimento e sucesso de algo. Dizem que o primeiro dia e a primeira noite da Primavera são os melhores para o efeito, por estarem em equilíbrio, ou seja, de igual tamanho. Há um equilíbrio entre feminino (noite) e o masculino (dia).
Seja como for e independentemente do assunto, hoje e os próximos dias são bons para fazermos os nossos pedidos para a obtenção de graças.  

Abra as janelas (da casa e da alma) e deixe-se inundar pela luz benéfica da Primavera. Respire profundamente, feche os olhos e mentalmente, peça a Ostara que lhe ilumine o caminho e o/a ajude a alcançar aquilo que pretende. Não se esqueça de agradecer! ;)

                                                                                      Créditos de imagem: maga rosa



março 09, 2018

Júpiter Retrógrado em Escorpião




O planeta Júpiter prepara-se para mudar o sentido do seu curso. Ele volta atrás para rebuscar algo que ainda ficou por resolver, ou que ficou na obscuridade, ou no inconsciente. Júpiter em Escorpião mexe com o lado mais negro de cada um, expande e traz à superfície, mas por vezes está tudo tão engrenhado que a sujeira continua lá ainda, oculta (ou pelo menos parte dela). E este retrocesso, ou interrupção do curso normal de Júpiter, é como uma esponja que volta atrás para limpar (ou absorver), algum resquício de nódoa que ainda lá ficou. Dependendo de onde este trânsito anda no mapa natal de cada um, é onde se está a dar a “limpeza”. É ver onde está Escorpião e o que lá se encontra. Que áreas de vida estão lá contidas.

Eu diria mesmo que este é um trânsito com tendência psicanalítica e uma aprendizagem também. Ele convida-nos a crescer confrontando-nos com a nossa pequenez e limites. Mas este é um crescimento de dentro para fora e não o inverso.

Claro que, no meio disto tudo acaba por haver sempre lugar para alguns excessos. Excesso de ansiedade. Ou de ressentimento, por exemplo. Mas será a culpa só do que está fora? Olha que não. O mapa é nosso!

Com Júpiter retrógrado pode dar até a sensação de que as coisas não andam, empacaram, mas é como eu escrevi lá em cima, ainda há muito trabalho por fazer. É assim uma espécie de retroactivos. Só que às vezes o pagamento somos nós que o tem de fazer.

Temos quatro meses para nos resolvermos. Para fazermos a limpeza da alma, ou dos nossos macaquinhos do sótão, antes de nos podermos voltar de novo para fora já com o EU expandido. Este é um período mais para REVER do que para fazer andar. E se for para ir em frente, que assim seja, mas sempre "olhos nos olhos" da questão (ou do problema) e não esquecendo que a verdade vem sempre ao de cima. 


                                                                              Imagem: "Nosso Meio Por Inteiro"

março 08, 2018

Dia da mulher, ou o dia da igualdade...


Um feliz dia para todas as pessoas, independentemente se são homens ou mulheres. Prefiro ver este dia como um marco na conquista de direitos pelos mais oprimidos, porque foi nesse sentido que as nossas antepassadas lutaram e algumas delas com o preço das próprias vidas.

Dia 8 de Março bem que poderia chamar-se de “Dia internacional da igualdade”, isso sim!

Em alguns países a igualdade ainda é uma utopia e está bem longe de algum dia se tornar realidade, infelizmente, mas tendo em conta o muito que já se conquistou na outra parte, (e ao contrário de muitas opiniões) há que festejar sim! Mas, não naquele sentido de eterna “guerra dos sexos”. Como se hoje, nós mulheres pudéssemos tudo, mas só por hoje…E até os homens são uns queridos (alguns são mesmo!), esquecem que são uns brutos, enchem-nos de flores e palavras bonitas, mas só hoje…

Que o viver em democracia, donos de nós mesmos e livres de todo o tipo de autoritarismos e desrespeitos, chegue a todos os lugares do mundo, é o meu desejo para hoje e todos os dias!    


                                                                                 Imagem: Pinterest (desconheço o autor)

março 07, 2018

O meu ramo de laranjeira





Na hora de escolher entre um varão de compra e um ramo do meu quintal, eu preferi mil vezes a segunda opção. Não é que não os tenha cá em casa (varões de metal adquiridos numa superfície comercial), mas este feito a partir de um ramo da minha laranjeira é mais especial e tem outra energia. No momento do corte guardei-o instintivamente, sem finalidade à vista. Quando decidi remodelar o hall, mas mantendo a cortina de trapilhos, aquele tronco rústico, guardado nos confins da minha oficina revelou-se a escolha certa. O hall é um espaço de passagem e nada melhor que a energia daquele pedaço de pau, que durante três décadas fez parte da nossa vida e do nosso quintal, para nos dar as boas vindas sempre que transpomos o arco. E depois, é a sua assimetria que me encanta. E a vida é isso mesmo, uma sucessão de linhas tortas.


 Com paciência e uma boa dose de carinho, lixei toda a superfície e por baixo da casca grossa, revelou-se uma bonita madeira. Alva e macia. Seguindo a sugestão da filha mais nova, retirei a casca de forma irregular e as manchas deram um bonito efeito. No final, a maior parte ficou tapada com o tecido, mas isso não importa.

“Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tão importante.” em O Principezinho



março 06, 2018

Vénus e Mercúrio em Carneiro




Vénus e Mercúrio andam de mãos dadas. Mercúrio já saltou para Carneiro (Áries), mas Vénus ainda está com um pé em Peixes, mas prestes a saltar também. Por pouco e ela fazia como a Cinderela, esperava pela meia-noite para se pôr a andar. E enquanto isso, Mercúrio vai afrouxando o laço que os une!

- Corre Vénus, antes que o menino te solte a mão!

É que ele tem um passo mais largo e não perde tempo com contemplações. Está ávido para absorver toda a informação que encontra pelo caminho. E ela, mais sedutora (e mais carinhosa), vai distribuindo sorrisos e atenções para um lado e para o outro. Por ora segue de óculos cor-de-rosa que a faz ver a vida sob esse prisma, mas deixem-na pôr o pé no caminho que a leva por Carneiro e vão ver o que é descer dos saltos. Saiam da frente, aviso já! Ou não… Se querem uma boa aventura, então corram atrás dela.

E será assim nos próximos tempos. Vénus em conjunção com Mercúrio no signo de Carneiro. Até dia 23 vamos tê-los a caminhar lado a lado (ou quase), porque a uma dada altura ele começa a andar mais devagar, até que muda o sentido do seu percurso (fica retrógrado). Isto a 23 de Março. Até lá podemos aproveitar o melhor que estes dois nos podem dar, para conquistar e pôr em andamento alguns planos e projectos.

                                                 
                                                                     Fotografia: Rufus Sewell